O que fazer após realizar suas importações online?

Tempo de leitura: 4 minutos

Fazer compras internacionais é uma ótima saída para quem deseja economizar e ainda ter acesso a produtos exclusivos vendidos somente no exterior.

Mas nem tudo são flores, temos que tomarmos alguns cuidados após realizar nossas importações online.

Caro leitor, é muito importante que você saiba exatamente o que fazer depois de concluir suas compras internacionais.

Nesse artigo, vou te passar as principais informações para evitar surpresas desagradáveis e soluções para possíveis contratempos em suas importações.

 

Pós compras internacionais

Documentos que devemos guardar

Compras internacionais - Documentos importantes

Conforme rege a legislação aduaneira, é necessário que o importador guarde todos os documentos que respaldam as operações de câmbio e a nacionalização dos produtos por cinco anos, contados à partir do término da operação.

Isso é fundamental caso necessite de apresentá-los ao Banco Central do Brasil ou a Receita Federal.

Cuidados com seus pacotes

Encomendas internacionais

Fique atento à modalidade de frete contratada no momento em que estiver efetuando as suas compras internacionais.

Alguns tipos de envio postal não oferecem seguro e nem código de rastreio das encomendas ou possuem uma rastreabilidade limitada.

Tendo seu código de rastreio em mãos, se cadastre gratuitamente no site Muambator ( rastreador e notificador de pacotes e encomendas) e estando logado em sua conta já criada introduza seu código no site.

O Muambator manterá você informado de cada movimento de suas encomendas, tudo isso online e sem custo algum.

CORREIOS – Rastreamento de Objetos

Sua encomenda foi taxada? Saiba como realizar o pedido de revisão tributária!

Compras internacionais tributadas - O que fazer?

Discordando do valor da tributação serão tomados os seguintes procedimentos;

1. Não pague e nem retire a encomenda. Solicite o formulário de Pedido de Revisão de Tributos na própria Agência Postal onde se encontra a sua encomenda;

2. Preencha o formulário informando o que o levou a discordar da tributação e se necessário anexar anúncios dos produtos na Internet, fatura comercial (Commercial Invoice), comprovante de pagamento (extrato do cartão, PayPal, boleto bancário e outros), com descrição da mercadoria e valor total pago;

3. O pedido será analisado pela RFB e a encomenda permanecerá na Agência Postal de origem até o final do processo. 

Atenção! Acompanhe todo o processo pelo rastreamento de seu pacote. 

O que verificar quando receber ou retirar a encomenda nos Correios?

Verifique suas compras internacionais

No momento da entrega da remessa o consumidor deverá verificar se a mesma não está danificada ou com avarias.

Caso se constate algum desses danos é necessário que o consumidor solicite a lavratura do termo de ocorrência na presença do agente de entrega (atendente na agência dos Correios ou entregador) registrando o dano.

Como solicitar a indenização por irregularidade no fluxo postal

Conforme normas postais internacionais e nacionais, a encomenda postal pertence ao remetente enquanto não tiver sido entregue ao destinatário.

O remetente é o detentor do direito à indenização nos casos em que as encomendas não forem entregues ao destinatário.

Desta forma, a retratação financeira pela não prestação do serviço deverá ser feita com o remetente.

Para a definição do valor da indenização é levado em consideração a modalidade de serviço contratada.

Será necessário que o remetente formalize a reclamação junto à Administração Postal de origem (local onde foi postada) para que se inicie o processo de indenização. Assim o consumidor deverá orientar o remetente a respeito.

Existe a possibilidade do pagamento da indenização ocorrer no Brasil ao destinatário (consumidor).

Para isso o remetente deverá desistir de seu direito à indenização, autorizando o destinatário a receber.

A autorização deve ser registrada junto à Administração Postal de origem pelo remetente.

O remetente possui um prazo máximo de 6 meses à partir da data de postagem  para reclamar a remessa postal.

Caso não haja a confirmação de reclamação por parte do remetente ao final desse período, poderá ser presumida a desistência de seu direito ao ressarcimento, cabendo indenização ao destinatário.

Para que os Correios iniciem o processo de indenização, será necessário que o consumidor acesse o canal de atendimento dos Correios e abra um Pedido de Informação (PI).

É necessário o comprovante da postagem, pois o mesmo é indispensável para prosseguimento do processo de indenização. Desta forma os Correios orientam a guardá-lo até a finalização do PI.

Espero que estas informações sejam úteis para você e não esqueça de compartilhar com seu amigos.

Continue lendo os outros artigos do blog, tenho certeza que vão te ajudar em suas importações. Te vejo lá!

 

Fonte

Deixe Seu Contato e Baixe o Ebook "Como Importar e Lucrar Mesmo Com a Alta do Dolar" Além de Dicas Exclusivas em Vídeo No Seu Email

Reaspeitamos Sua Privacidade 100% Livre De SPAM.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!